terça-feira, 12 de setembro de 2017

7 de Setembro


Texto da pedagoga Arilde Filipack.

Sabemos que a desigualdade social é existente e no Brasil atualmente acentuou-se de modo assustador, esse fato é de responsabilidade dos governantes e uma das causas acredita ser do desemprego, mas é preciso pensar em investir nas pessoas para que tenham condições de competir em igualdade de condições no mercado de trabalho que está em decadência. Outra situação gravíssima é a corrupção, violência, entre outros fatores que estão estampados nos jornais, telejornais, redes sociais, enfim, nas mídias em geral. Com tantos fatores negativos, o Brasil deve entender que cabe aos governantes da sociedade criar meios para o desenvolvimento social e estabelecimento de regras ou leis que possam minimizar a situação brasileira atual.
Acredito que o povo brasileiro tem esperança e positividade, esse é um lema do nosso Brasil “sou brasileiro e não desisto nunca”. Ou “sou brasileiro com muito orgulho, com muito amor”. A educação também acredita que através da escola possamos estar estimulando os alunos a olhar para nossa Pátria com carinho, amor, esperança de futuro melhor, mais igualitário, mais promissor, afinal de contas, nossos pequenos alunos são futuro da nação, mostrar a eles que vale a pena lutarmos pelo mundo em que vivemos... a nossa querida pátria amada Brasil!

O professor Daniel foi o incentivador da apresentação da Semana da Pátria com musica e a bandinha do pré I. A musicalidade, segundo o professor Daniel e professora Isabel do Pré I, é um dos influentes na formação de hábitos e atitudes condizentes com as normas da boa educação, despertando no aluno a necessidade de uma atitude criativa e transformadora do seu pensamento, de seu universo que capacitará ao bom convívio social agregando valores, experiências e reflexões comuns as crianças da Educação Infantil e do Ensino Fundamental, possibilitando através da música um espaço de aceitação, respeito, interação, amor, e recriação permanente. A apresentação envolveu todas as crianças da escola, mas teve participação especial do 5º ano. A professora Sirlei relata qual a importância agregada aos alunos com essa apresentação: neste dia 7 de setembro comemora-se o Dia da Pátria. Nesta data, D. Pedro I deu o grito de independência, libertando o Brasil do domínio português.

Agora, 195 anos após este fato histórico, precisamos resgatar esta liberdade e as novas gerações precisam ser orientadas sobre o valor e o respeito indispensáveis à nossa Pátria, que apesar das “crises” é a terra onde nascemos e vivemos. É dever da escola despertar nos alunos o amor à Pátria, conscientizando-os de seus direitos e deveres. Devemos proporcionar à criança condições para que ela se conscientize de que é o Brasil de amanhã, o nosso futuro, a nossa esperança de dias melhores. 

Assim sendo, os alunos do 5º ano B, juntamente com a Educação Infantil e o 2º ano B fizeram uma pequena encenação à Independência do Brasil demonstrando a revolta do povo brasileiro, dando o grito de Independência e acabando com a escravidão. Em seguida, ao compasso da bandinha da Educação Infantil cantamos o Hino à Independência e, para término, as meninas do 5º B recitaram o Jogral sobre 'Pátria é'; destacando a importância de viver neste país maravilhoso, pois somos brasileiros com muito e muito amor.

video



















Nenhum comentário:

Postar um comentário